Em Destaque

Três escolas distinguidas com elevada qualidade

Três escolas do nosso concelho receberam no passado dia 16 de junho os Certificados de Qualidade Eco-escolas 2020.

São elas a EB1/PE da Calheta, a EB1/PE do Estreito da Calheta e a EB1/PE da Calheta – Edifício Lombo do Atouguia. Os diretores das escolas marcaram presença na cerimónia que decorreu na Quinta Magnólia, onde foram também atribuídos Certificados de Reconhecimento Internacional aos respetivos coordenadores.

O vereador Aleixo Abreu, com o pelouro do Ambiente, também esteve presente na iniciativa e aplaudiu todo o empenho das escolas no que respeita às boas práticas ambientais, um trabalho que é feito em conjunto com a Autarquia. O Diploma de Qualidade é o resultado das excelentes classificações obtidas nas auditorias realizadas nos últimos três anos, no âmbito da avaliação do Programa Eco-Escolas.

As nossas escolas são, sem dúvida, um exemplo a seguir. E é com muito orgulho que, este ano, todas as escolas do concelho voltarão a hastear a sua bandeira verde. Parabéns!

Carlos Teles visitou escola de Ladeira e Lamaceiros

O presidente da Câmara Municipal da Calheta deslocou-se esta manhã à EB1/PE de Ladeira e Lamaceiros para assistir à apresentação do livro “A Galinha dos Ovos de Ouro”, da autora Débora Gonçalves, natural do concelho. Trata-se de um livro sobre Educação Financeira que tem como objetivo ajudar pequenos e graúdos a poupar e a olhar para o dinheiro de um modo diferente.

Dada a pertinência do tema, a Autarquia decidiu oferecer um exemplar a todos os alunos do 4º ano, no Dia da Criança. Um tipo de prenda que o Município faz questão de oferecer todos os anos, como um incentivo à leitura, mas que este ano teve a particularidade de ser com a 'prata da casa'. Uma forma de ajudar e valorizar, também, o trabalho que é feito no concelho.

Débora Gonçalves irá visitar todas as escolas do 1ºCiclo da Calheta e abordar o tema que é tão pertinente sobretudo para estes alunos que, em breve, irão transitar para o ensino básico e se tornarão um pouco mais independentes.

Carlos Teles e a vereadora com o pelouro da Educação, Doroteia Leça, tiveram a oportunidade de falar com os alunos e, no final, o diretor da escola deu a conhecer o novo espaço onde irá nascer “A Floresta Encantada”.

 

Época balnear arranca com várias novidades

Está aberta a época balnear na Calheta. O momento foi assinalado esta segunda-feira com o hastear da Bandeira Azul na Praia da Calheta, numa cerimónia que contou com a presença de diversas entidades regionais, entre as quais a Secretária Regional do Ambiente e Alterações Climáticas. Susana Prada elogiou as boas práticas ambientais dos calhetenses, lembrando que a qualidade do mar é o resultado dos bons hábitos em terra. A governante enalteceu ainda o trabalho da Autarquia no que respeita à boa gestão da sua rede de saneamento básico e águas residuais.

Já o presidente da Câmara Municipal da Calheta, Carlos Teles, lembrou que os resultados só são possíveis graças a um trabalho conjunto entre várias instituições, incluindo também as escolas. “Estamos todos focados no mesmo objetivo, o de valorizar a qualidade ambiental no nosso concelho e promover a Calheta turisticamente”, transmitiu, lembrando que este galardão também vem ajudar os investidores e os proprietários de infraestruturas hoteleiras e de alojamento local neste período de retoma. De resto, o edil aproveitou a presença de um representante do Governo para pedir que se afundasse uma embarcação na zona da Calheta, para promover ainda mais a prática do mergulho.

Por agora, estão garantidas outras novidades. Para além de uma nova marca, a Praia da Calheta conta este ano com um sistema inovador que mede a temperatura ambiente, a temperatura da água balnear e ainda a força das radiações ultravioletas, informação essa que estará disponível na página oficial da Câmara da Calheta. Os banhistas passam também a contar com duches na areia, com novos cinzeiros e com uma nova plataforma de acesso ao mar entre os dois lados da praia. Já os balneários passarão a ter água quente e serão abertos ao público oportunamente, consoante as recomendações das entidades regionais de Saúde. A esse respeito, é de salientar que foi adquirido equipamento especial para desinfetar espaços e equipamentos comuns, nomeadamente as espreguiçadeiras.

A Autarquia mantém também o serviço de eliminação de pragas com recurso a falcões, uma forma não invasiva de afugentar as gaivotas e os pombos da zona balnear, garantindo a qualidade da areia e da água.

Todo um investimento que o presidente da Câmara diz ter retorno, ou não fosse esta uma das praias mais procuradas na Região. “Estamos anualmente a renovar a nossa imagem, para que aqueles que vêm até cá se sintam cada vez mais confortáveis e agradados com aquilo que encontram aqui na Vila da Calheta”, concluiu Carlos Teles, desafiando todos os madeirenses a visitar o concelho e a praia de areia de amarela.

Mais cinco portáteis cedidos pela Autarquia

A Câmara Municipal da Calheta entregou cinco computadores portáteis ao Externato São Francisco de Sales - Prazeres para colmatar algumas dificuldades deste estabelecimento de ensino que é frequentado por 112 alunos. 

O apoio camarário tem chegado às diversas escolas do concelho, sendo que só nesta área já foram entregues no último trimestre 15 computadores portáteis, não esquecendo os 36 tablets que a autarquia disponibilizou aos alunos que não disponham dos equipamentos necessários para acompanhar o Plano de Ensino à Distância, no início da pandemia. 

O investimento, que ronda os 20 mil euros, vem garantir igualdade no acesso às tecnologias, uma ferramenta cada vez mais utilizada no sistema de ensino. 

 

 

Partilhe Esta Página