Em Destaque

Manuais gratuitos até ao 12º ano de escolaridade

Já estão a ser distribuídos por todas as escolas do concelho da Calheta os manuais escolares para o ano letivo 2021/2022, que arranca amanhã.

Uma medida reforçada este ano pelo Município que, tal como se comprometeu no início do mandato, concretiza a promessa de atribuir a título gratuito manuais a todos os estudantes até ao 12º ano. Uma ajuda que abrange, portanto, todos os alunos dos vários níveis de ensino, o que irá permitir aligeirar de forma significativa o bolso das famílias calhetenses.

De destacar ainda a atribuição de manuais digitais aos alunos do 8º ano, estendendo, desta forma, o apoio que já é dado pela Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia até ao 7º ano de escolaridade. Uma decisão tomada pela autarquia que, uma vez mais, quer estar na vanguarda e acompanhar a evolução dos novos modelos de ensino.

Trata-se de um investimento global na ordem dos 104.866 euros, numa das áreas consideradas prioritárias para este Executivo que, desde a primeira hora, tem trabalhado em prol de uma educação de excelência, inclusiva e equitativa.

Calheta sensibiliza pelo bem-estar animal

O bem-estar animal será o mote para uma ação de sensibilização que arranca nos próximos dias junto dos utentes dos centros sociais do Município da Calheta.

A iniciativa acontece numa fase em que estes espaços retomaram as suas atividades, após o período pandémico. Associando-se, também, o facto de em breve se assinalar o Dia Mundial do Animal e do Médico Veterinário, a Câmara Municipal da Calheta quis juntar o útil ao agradável, começando por envolver os idosos do concelho que têm, muitas vezes, os amigos de quatro patas como a sua principal companhia. Uma realidade que se acentuou ainda mais durante a pandemia, já que fruto das respetivas contingências o contacto entre amigos e familiares foi reduzido ao máximo.

O Município vai, desta forma, aproveitar a oportunidade para sensibilizar a população para a necessidade de proteger os animais, promovendo temas como a adoção responsável, maus tratos e abandono de animais de companhia. O objetivo é também elucidar para a importância dos animais na vida das pessoas, nomeadamente no combate à solidão, na socialização, promoção e manutenção de atividade e bem-estar. Junto dos idosos, a abordar estes assuntos, estará uma equipa técnica da autarquia, da qual fará parte a médica veterinária e um psicólogo.

O plano municipal de sensibilização à causa animal promete ir mais longe, sendo que depois desta ação junto dos idosos, a ideia é levar a mensagem a todas as escolas do 1º Ciclo do concelho e à população em geral.

A intenção é, simultaneamente, dar a conhecer o trabalho que o Município tem vindo a desenvolver nesta área. Desde logo, com as Campanhas de Vacinação ao abrigo do Programa Nacional de Luta e Vigilância Epidemiológica da Raiva Animal e Outras Zoonoses (PNLVERAZ), cujos encargos ficam à responsabilidade da autarquia, quando comprovada a residência no concelho da Calheta.

A esse respeito, há que salientar que ao longo dos últimos três anos, a autarquia, através do Serviço Veterinário Municipal, já conseguiu colocar Identificação Eletrónica em mais de 900 animais, contabilizando-se já 1368 animais vacinados e 337 esterilizados.

De referir, também, as campanhas de adoção levadas a cabo até à data, numa parceria com associações e famílias de acolhimento, que já permitiu adotar 340 animais. O trabalho no terreno tem permitido ainda identificar algumas colónias de gatos das quais já várias foram intervencionadas totalmente.

Um trabalho que muitas vezes não é visível, mas que tem contribuído significativamente para a proteção dos animais domésticos e para a diminuição do número de animais errantes nos espaços públicos do concelho.

Teles garante aos jovens mais oportunidades

O presidente da Câmara Municipal da Calheta quer continuar a proporcionar oportunidades aos jovens do concelho, mantendo não só os programas atualmente em vigor, mas também criando novas ferramentas para que estes se possam fixar no concelho. Carlos Teles, que falava na sessão de encerramento do VI Encontro Municipal de Juventude, no Porto de Recreio da Calheta, explicou que a estratégia do Município passa por criar um programa que permita aos jovens ter acesso à habitação a custos controlados, numa fase em que devido à elevada procura pelo concelho os preços dos terrenos e das casas são incomportáveis para os mais novos que querem investir na sua terra natal.

Uma mensagem de esperança deixada pelo presidente da Câmara, também reforçada pelo presidente do Governo Regional, que também esteve presente neste Encontro que contou 175 jovens inscritos. Os governantes falavam após uma tarde bastante enriquecedora, que contou com diversos oradores com provas dadas, que partilharam as suas vivências e experiências profissionais, as quais se revelaram uma fonte de inspiração para os jovens da Calheta que têm o futuro pela frente.

Ricardo Gonçalves e Davis Gouveia, dois jovens naturais do concelho, foram os oradores do primeiro painel, que arrancou com uma intervenção da vereadora com o pelouro da Educação, Dra. Doroteia Leça.

Ricardo Gonçalves, membro fundador do 'For UM we Connect" partilhou a sua experiência profissional e explicou como surgiu a referida plataforma que tem como foco a informação, formação e representação dos jovens madeirenses potenciando o seu desenvolvimento e a participação ativa dos mesmos no contexto regional, nacional e europeu.

Já Davis Gouveia, Fundador e Diretor do Uniarea, deu o seu testemunho enquanto criador deste que é hoje um portal de referência para milhares de jovens no ensino secundário e superior em Portugal.

A segunda parte do evento ficou a cargo do presidente da Startup Madeira, Carlos Lopes, e do Diretor Regional de Juventude, João Rodrigues. O primeiro orador apresentou alguns projetos desenvolvidos pela Startup, com principal destaque para os Nómadas Digitais, deixando ainda algumas ideias e sugestões aos jovens presentes na sessão, nomeadamente na área do empreendedorismo.

Já o Diretor Regional de Juventude apresentou alguns programas disponíveis para os jovens, alguns dos quais a nível europeu, remunerados, que permitem intercâmbios e experiências bastante diversificadas.

O VI Encontro Municipal de Juventude terminou em grande, com a atribuição de 15 prémios, cinco portáteis, cinco telemóveis e cinco colunas.

Centro de Saúde do Arco temporariamente encerrado

Informamos a população que o Centro de Saúde do Arco da Calheta se encontra temporariamente encerrado para obras. Sendo assim, os utentes desta freguesia passam a ser atendidos no Centro de Saúde da Calheta. A título de informação publicamos abaixo os horários de transporte da rodoeste que poderão utilizar para se deslocar.

 

Partilhe Esta Página