• Levada Nova da Calheta

  • 1

Levada Nova da Calheta

 
  • Itinerário
  • Central Hidroelétrica da Calheta - Posto Florestal dos Prazeres - Lombada dos Marinheiros - Cabo
  • Início
  • Central Hidroelétrica da Calheta
  • Fim
  • Cabo (E.R. 101)
 

 

 

Ficha Técnica

  • Tipologia
  • LEVADA
  • Dificuldade
  • EXPERIENTE
  • Terreno
  • PLANO
  • Sentido
  • SENTIDO ÚNICO
  • Distância
  • 39 KM
  • Duração
  • 6h – 9h

Percurso 3D

Fonte: Google Earth

Como Chegar

Tendo como referência a saída do Funchal:

  • Deve seguir na Via Rápida (VR1) em direção à Ribeira Brava;
  • Na Ribeira Brava, siga pela Via Expresso (VE3) em direção à Ponta do Sol e Calheta;
  • Na chegada à vila da Calheta, na rotunda, siga pela 1ª saída em direção à Estrada Regional (E.R.222);
  • No cruzamento com a E.R.222, siga até à Central Hidroelétrica da Calheta;
  • O percurso encontra-se à esquerda.

 

Pontos de Interesse

A Levada Nova da Calheta corresponde ao maior percurso em extensão existente no concelho da Calheta com cerca de 40 KM. Apesar dos seus extensos 40 KM é um percurso que não oferece grandes oscilações de altitude, sendo na sua totalidade percorrido entre a cota dos 600 e 700 metros.

Muito utilizado pelos madeirenses para manter a forma física, a Levada Nova da Calheta pela sua extensão, oferece vários pontos de acesso ao longo do Concelho, percorrendo, à exceção da freguesia do Arco da Calheta, todas as restantes freguesias que têm cota superior aos 600 metros de altitude.

A freguesia do Arco da Calheta conta no entanto com a Levada Nova do Arco da Calheta (inaugurada em 2015), resultando numa espécie de continuidade do projeto da Levada Nova da Calheta. Poderá consultar o seu trajeto clicando aqui.

Se percorrer o concelho da Calheta pelas estradas regionais entre as freguesias da Calheta, Estreito da Calheta, Prazeres, Fajã da Ovelha e Ponta do Pargo, vai facilmente encontrar, entre as cotas indicadas, vários cruzamentos desta levada, percebendo a realidade da sua extensão.

Neste sentido, se não pretender efetuar a totalidade do percurso, por questões físicas, logísticas ou de outra natureza, poderá sempre percorrer esta levada “agrícola” de forma parcial e perceber a sua envolvência.

Os cenários que irá encontrar ao percorrer cada um dos possíveis pontos de acesso à levada serão representativos do total do percurso, pois não existe muitas variantes ao cenário comum. Encontrará árvores de grande porte que serviram outrora para reflorestação imediata de determinadas áreas florestais, tais como os eucaliptos e os pinheiros, assim como toda a zona habitacional e agrícola circundante.
A espaços, nas zonas mais húmidas do trajeto é possível encontrar algumas espécies da Laurissilva da Madeira, tais como os loureiros e os barbusanos sendo certo que atravessará dezenas de ribeiras e suas afluentes, tais como as Ribeiras da Calheta, Marinheiros, Moinhos, Seca, Funda, entre outras.

Muitos serão os campos de cultivo que poderá encontrar ao longo do trajeto, predominando as culturas regionais tais como a semilha (batata), batata-doce, feijão verde, assim como as culturas mais locais, tais como as culturas subtropicais, destacando-se as figueiras, papaieiras, limoeiros e macieiras.

No mapa, abaixo disponibilizado, poderá encontrar alguns pontos que lhe permitem analisar bem o percurso e decidir, em caso de percorrer parcialmente o trajeto, qual o ponto de acesso que poderá optar.
Independentemente da sua opção, sugerimos um percurso mais curto que se inicia na freguesia dos Prazeres e estende-se até à Fajã da Ovelha (Lombada dos Marinheiros). Consulte aqui o percurso.

Poderá ao longo do trajeto encontrar alguns adeptos de BTT, que não sendo um percurso oficialmente recomendado, optam por efetuar o trilho sobre rodas, por ser um percurso relativamente plano. Seja como for, se optar por efetuar o percurso que não sobre os seus próprios pés, terá de ter a noção que o mesmo não está preparado para este efeito, pelo que deve ter em conta em primeiro lugar, a sua máxima segurança.

Segurança

Além das normas gerais de segurança que o Município da Calheta preparou especificamente para si e que pode consultar aqui, tenha em atenção as recomendações específicas do percurso:

- Calçado cómodo dada a extensão do percurso, de modo a não criar desconforto;

- Alimentação e líquidos suficientes de forma a poder se abastecer convenientemente ao longo do trajeto.

Mapa

 

Galeria

Partilhe Esta Página