A Câmara Municipal da Calheta assinou esta quinta-feira um protocolo de colaboração com a Direção Regional do Mar, a fim de promover o programa “Escola Azul” junto da comunidade, de forma muito particular junto das escolas do concelho.

Trata-se de um projeto educativo do Ministério do Mar que pretende promover a Literacia do Oceano.

O objetivo é sensibilizar e incentivar todos os cidadãos a assumirem atitudes responsáveis sobre o Oceano e os seus recursos, através de parcerias entre as diversas entidades locais. 

Ciente da importância de preservar os oceanos, a Câmara Municipal da Calheta quis, uma vez mais, envolver-se na iniciativa. "Todos somos poucos para cuidar bem daquilo que é nosso", salientou o presidente da Câmara Municipal da Calheta no decorrer da cerimónia de assinatura do protocolo que decorreu junto à receção da Praia da Calheta, um momento que contou com a presença da Diretora Regional do Mar, Dra. Mafalda Freitas. 

A responsável fez saber que o Município da Calheta é o primeiro da Região a aderir este ano ao projeto. Já o presidente Carlos Teles aproveitou, uma vez mais, a oportunidade para felicitar a escola dos Prazeres - Externato Francisco de Sales – por ser a primeira “Escola Azul” do concelho, desafiando as restantes a aderirem também. “Nós vamos fazer o nosso trabalho de aproximação às escolas, convencê-las que este realmente é um projeto muito importante para o concelho e também para a Região”, vincou o autarca, antes do encerramento da cerimónia, a cargo dos alunos da escola dos Prazeres que preparam uma apresentação musical alusiva ao mar.

 

 

Partilhe Esta Página