A requalificação da zona circundante ao Farol da Ponta do Pargo já tem projeto e promete ser uma "obra vanguardista", conforme sublinha o presidente da Câmara Municipal da Calheta, Carlos Teles. 

Para além da preocupação em reforçar a segurança naquela zona, o projeto contempla um miradouro e uma área comercial que contará com um restaurante, um bar, uma loja e instalações sanitárias. Concluída a empreitada, o espaço deverá ser alvo de concessão. 

Já o miradouro, com livre circulação, ficará quase sobre o oceano Atlântico, proporcionando sensações únicas aos visitantes. Trata-se de um pontão pelo qual as pessoas poderão circular em absoluta segurança tendo uma vista panorâmica de 360 graus. A empreitada contempla ainda uma zona ajardinada e uma área de estacionamentos.

Segundo o autarca, houve um cuidado particular para que a obra não tivesse excessos de materiais betuminosos que pudessem ferir a paisagem única que é tão caraterística daquela zona.

Carlos Teles acredita que o projeto em questão irá acrescentar valor à freguesia, sobretudo numa altura em que a Via Expresso está quase concluída e o Campo de Golfe também será uma realidade. Para a autarquia, esta é a altura certa para acompanhar esse crescimento, começando por melhorar as condições de toda a zona circundante ao Farol que é um dos ex-líbris da Região e até mesmo do País. 

Intervenções que, de resto, serão fundamentais para proporcionar novas oportunidades e fixar a população, sobretudo as camadas mais jovens.

 

Partilhe Esta Página